Tudo sobre o Caminho!

Todas as respostas às suas perguntas. 

Tudo o que você precisa saber sobre a grande aventura de sua vida 

Foto: Marco do Caminho de Santiago

Tudo sobre o Caminho de Santiago!

Em P & R - Perguntas e Respostas

O Portal Peregrino criou esta página que pretende tirar todas as dúvidas, através de perguntas e respostas sobre o Caminho de Santiago!



Temas gerais

10 - Quanto custa fazer o Caminho de Santiago?

Costumo dizer que a maneira mais barata de passar 30 dias na Europa é fazer o Caminho de Santiago. Até porque o Caminho nos ensina que precisamos de muito pouco para viver.

Os custos para fazer o Caminho de Santiago podem variar dependendo do estilo de viagem, do conforto desejado e das escolhas individuais dos peregrinos. No entanto, é possível fornecer uma estimativa geral dos gastos diários dos peregrinos para ajudar no cálculo total.

Aqui estão alguns itens comuns que podem contribuir para os gastos diários durante o Caminho de Santiago:

  1. Acomodação: Os peregrinos têm várias opções de acomodação, desde albergues públicos (albergues de peregrinos) até hotéis e pousadas privadas. Os albergues de peregrinos costumam ser mais econômicos, com diárias que variam de cerca de 5 a 15 euros. As opções de acomodação mais confortáveis podem custar entre 20 e 50 euros ou mais por noite.

Os albergues de peregrinos, que são gerenciados por associações de peregrinos ou pelo governo, geralmente oferecem acomodações mais econômicas. Os preços médios dos albergues de peregrinos variam de 5 a 15 euros por noite.


Foto de José Mari

No entanto, é importante notar que alguns albergues de peregrinos operam em um sistema de doações, onde os peregrinos contribuem com o quanto acharem adequado. Em tais casos, embora exista uma faixa de preço sugerida, o valor exato pode ser deixado a critério do peregrino.

Além disso, ao longo do Caminho de Santiago, existem também opções de acomodação privada, como pousadas e hotéis, que oferecem um nível maior de conforto, mas com preços mais elevados. Os preços dessas opções podem variar consideravelmente, dependendo da localização e das comodidades oferecidas.

  1. Refeições: Os peregrinos geralmente fazem suas refeições em restaurantes, cafés ou supermercados ao longo do caminho. O custo médio de uma refeição pode variar de 10 a 20 euros, dependendo do local e do tipo de refeição (almoço ou jantar). Refeições mais simples ou lanches podem ser mais econômicos.

Os "menus del peregrino" são refeições especiais oferecidas em muitos restaurantes ao longo do Caminho de Santiago, com preços acessíveis para os peregrinos. Esses menus geralmente incluem uma entrada, prato principal, sobremesa e uma bebida, e são uma opção popular para os peregrinos que desejam uma refeição completa a um preço razoável.

Os preços dos "menus del peregrino" podem variar dependendo da localização e da oferta do restaurante. Em geral, os valores podem variar de 10 a 15 euros por refeição. No entanto, é importante observar que esses preços são apenas uma estimativa e podem ser diferentes em diferentes regiões ou estabelecimentos.

Uma boa dica é fazer pequenos lanches ao longo do dia (pães, frutas, iogurtes, queijos, etc.) e à noite optar por um "menú del peregrino" ou optar por fazer fazer, junto com outros peregrinos, comida nos albergues. Atualmente, vários albergues já oferecem refeições a preços módicos e é sempre bastante agradável jantar em companhia de peregrinos de todas as partes do mundo.

  1. Outros custos: O peregrino pode ter custos para uso de máquinas de lavar em albergues, caso deseje, ou optar por lavar em tanques e pias. Deve considerar custos com medicamentos e curativos, transporte público nas cidades maiores e ingressos para visitar pontos turísticos ao longo do caminho, como museus ou catedrais. Essas últimas costumam cobrar ingressos ao longo do dia, mas abrem as portas nos horários das missas.

Repetimos que gastos diários no Caminho de Santiago podem variar dependendo das escolhas e preferências de cada peregrino. É possível encontrar opções mais econômicas e outras mais luxuosas ao longo do percurso. No entanto, fornecerei uma estimativa aproximada dos gastos mínimos e máximos por dia, considerando um peregrino que utilize acomodações básicas e refeições simples:


Foto de José Mari

Gastos Mínimos:

  • Acomodação em albergues de peregrinos: 5 a 15 euros por noite (preços podem variar dependendo do albergue e da localização).
  • Refeições econômicas (menus del peregrino): 10 a 15 euros por refeição.
  • Lanches e água ao longo do caminho: 5 a 10 euros por dia.
  • Outras despesas (como produtos de higiene, pequenas compras): 5 euros por dia.

Total mínimo por dia: 25 a 45 euros.

Como cada peregrino tem suas peculiaridades e hábitos, deve-se considerar uma avaliação que contemple gastos mais elevados, com hospedagens em hoteis, hostais, etc, além de outras opções de alimentação.

Gastos Máximos:

  • Acomodação em albergues privados ou hotéis: 30 a 50 euros por noite (preços podem variar dependendo do tipo de acomodação e localização).
  • Refeições em restaurantes ou menus mais elaborados: 15 a 30 euros por refeição.
  • Lanches e água ao longo do caminho: 5 a 10 euros por dia.
  • Outras despesas (como lembranças, serviços extras): 5 a 10 euros por dia.

Total máximo por dia: 55 a 100 euros.

Esses valores são apenas estimativas e podem variar de acordo com a época do ano, a região em que você está caminhando e as suas escolhas pessoais. É sempre recomendável ter uma reserva financeira adicional para emergências ou imprevistos durante o Caminho.


Foto de José Mari

Com base nessas estimativas, o cálculo total dos gastos dependerá do número de dias que você planeja fazer o Caminho de Santiago. Por exemplo, se você estiver planejando uma jornada de 30 dias e considerar uma média de 30 euros por dia para acomodação, refeições, água, lanches e cuidados pessoais, o custo total seria de aproximadamente 900 euros.

No entanto, é importante ressaltar que esses números são apenas uma estimativa e os custos reais podem variar dependendo das escolhas individuais e das flutuações de preços. Recomenda-se sempre ter uma reserva financeira adicional para imprevistos ou despesas extras que possam surgir durante a viagem.

É recomendável pesquisar os preços atuais e fazer um planejamento financeiro adequado antes de embarcar no Caminho de Santiago.

Voltar às perguntas

Tudo sobre o Caminho de Santiago!

E tem mais:

E tem muito mais ainda...