Setas Amarelas

por Zerob Peregrino

"Las Flechas Amarillas" constituem-se no grande guia do Caminho de Santiago. Mesmo que o peregrino não tenha adquirido nenhum roteiro com mapas do Caminho (existem vários), e apesar da complexidade das trilhas, que cruzam todo tipo de terreno, não há como se perder. É só seguir as Setas Amarelas que estão presentes em todo o Caminho de Santiago.

Mesmo nos lugares mais insólitos: árvores, pequenas pedras cravadas no chão, paredes, porteiras, etc, o peregrino encontrará sempre a seta amiga, indicando a direção a seguir.

Em alguns refúgios (albergues) do caminho, o peregrino recebe umas tiras plásticas amarelas para que, em alguns pontos do caminho, cuja indicação das setas amarelas esteja deficiente ou insuficiente, estas sejam amarradas às árvores, arbustos, onde quer que seja, para que sirva de sinalização para os próximos peregrinos a passar. Quando o Caminho de Santiago cruza por cidades grandes, como Pamplona, Burgos ou León, é que o peregrino tem mais dificuldades para seguir as setas amarelas, pois é mais difícil encontrá-las, pintadas que estão nos meios-fios, caixas de correios, postes, etc.

Mas mesmo assim, havendo dúvidas, basta perguntar à primeira pessoa que encontrar, que você será bem informado. Os espanhóis são muito solícitos e prestativos, especialmente com os peregrinos e com os ciclistas.

Seta amarela em uma árvore no Caminho