Peregrino Walter Jorge

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
Bodegas 15 - Bodegas Riojanas
Walter Jorge

            A Espanha é dos países que possui uma quantidade muito grande de Bodegas fabricantes de vinhos de alta qualidade associadas a uma tecnologia avançada, tornando-se difícil escolhermos as melhores.

            Procuramos trazer para conhecimento dos nossos leitores as melhores Bodegas, em artigos anteriores trouxemos as Bodegas do Marquês de Riscal e as Bodegas Vega Sicília, para esse número, escolhemos uma outra bodega tradicional e bastante conhecida na Espanha e no exterior, são as Bodegas Riojanas.

Bodegas Riojanas S S.A.

Sua História

            Em meados do século XVIII, a família Artacho já elaborava, com uvas dos próprios vinhedos, vinhos de grande qualidade, elogiados dentro e fora da região do Rio Ebro. Roman e Fortunato Artacho apostaram no final do século XIX por um projeto em que a elaboração de crianzas e reservas foram a sua grande meta.

            Dois anos depois de obter a primeira medalha de ouro pelas grandes qualidades de seus vinhos, a família Artacho, junto com Rafael Carreras, funda a Bodegas Riojanas. A criação de Bodegas Riojanas teve lugar em Cenicero, uma localidade situada na Rioja Alta na encruzilhada que define os rios Najerilla e Ebro, a 20 km. de Logroño pela N-232.

            Bodegas Vega Sicília

                        O amor pelas vinhas e seus frutos, unidos a paixão por lograr vinhos de qualidade superior, fez com que estes pioneiros da viticultura construíssem uma adega que foi considerada como um exemplo a ser imitado.

            O objetivo era criar vinhos à altura dos melhores borgoñas. Para alcançar tais objetivos, contrataram técnicos franceses que não só construiu a bodega à imagem e semelhança dos venerados Chateaux gaulesa, destino que permaneceram ali até 1933, deixando uma imagem estampada que mais de um século depois segue presente em todas as marcas das Bodegas Riojanas.

            Se bem os vinhos elaborados a granel tivessem excelente aceitação tanto na Espanha como no exterior, a produção de vinhos engarrafados somente a partir de 1930 eleva a fama de seus vinhos. O primeiro Gran Premio de Honor recebeu na Argentina em 1911 e posteriormente recebe o Diploma de Honor concedido em Logroño em 1934, os quais certificam a qualidade da bodega em suas primeiras décadas. Esta casa riojana controla mais de 300 hectares dos melhores terrenos de Cenicero, San Vicente de la Sonsierra e zonas limítrofes como Abalos, Uruñuela, Villalba de Rioja, Haro o San Asensio. Também tem cepas em Rioja Alavesa porem sem duvida, o epicentro da produção se encontra em Cenicero.

            Foi nesta vila que o rei Alfonso XII concedeu o titulo de “Muy Humanitaria Ciudad”, esta variedade participa com os tintos mazuelo e graciano e os brancos viura e malvasia de cultivo, seu sistema tradicional de colheita, seu sistema de esmagamento das uvas associados com a tecnologia mais avançada para criar seus vinhos a partir destas variedades. No total são produzidas três milhões de litros anuais.

            Em seus espaços convivem, todavia as velhas tinas de vinificação de madeira de Dalmácia com os depósitos de aço inoxidável com controle de temperatura. Num total de 500 barricas de carvalho americano, 22 tinas e 50.000 garrafas são o ponto de partida da sua produção. Com as inversões realizadas passou para mais de 25.000 barricas e 4.500.000 garrafas.

A Sede

            Sede da Bodegas Riojanas

            O edifício foi construído de acordo com antigos usos de aproveitamento do espaço, está coroado por uma torre de um castelo modernista. A oitava de última ampliação supõe-se um desenho geométrico em que se observam nos 35.000m2 dedicados à elaboração e a criação do vinho. Fruto destas oito ampliações, a bodega original de 1890 se converteu em uma zona experimental com a mais alta tecnologia donde se elaboram caldos excepcionais como o Gran Albina, possui um salão de atos múltiplos que serve de ponto de reunião para a empresa, cursos de distintas universidades e todo o tipo de atos sociais e culturais organizados pelas Bodegas Riojanas, S.A.
                                       .
            Atualmente existe outra bodega em San Vicente de la Sonsierra, a 20 km de Cenicero. Sua capacidade de produção é de 1.500.000 kg. de uva ao ano com um parque de 5.000 barricas. Bedegas Riojanas também possui outra Bodega em D.O. Toro, as Bodegas Torreduero S.A. que nasceu como resultado de uma firme aposta de uma bodega com mais de 100 anos de experiência em Rioja pelo D.O. Toro. Bodegas Torreduero conjuga a tradição vinícola toresana com as mais modernas técnicas enológica em pos de conseguir vinhos de excelente qualidade.

Seus Vinhos

            Bodegas Riojanas, produz 45% de Reservas e Grandes Reservas, 45% de Crianzas e 10% de jovens. O melhor expoente da casa é o Gran Albino tanto na sua versão Vendimia como Reserva. Elaborados a partir de uma seleção manual das uvas tempranillo, mazuelo e graciano de vinhedos velhos dos melhores pagos de Cenicero, se mostra como um grande vinho pleno de aromas e grande estrutura.

            Os reservas e grandes reservas Monte Real, que refletem a personalidade del terruño, tem sido catalogado por alguns críticos como grandes borgoñas. Monte Real na gama crianza, é uma das últimas novidades de Bodegas Riojanas, um vinho cuja origem se encontra nos vinhedos da propriedade Monte Real, nascidos há mais de 60 anos no ventre das Bodegas Riojanas. Trata-se de um crianza de corte moderno, elaborado com uvas 100% Tempranillo e que responde aos gostos e tendências atuais.

Código  descrição                                 tipo       uvas                                       região
0011     Viña Albina Gran Reserva       Tinto     Tempranillo, Mazuelo e Graciano        Rioja
0014     Monte Real Gran Reserva       Tinto     Tempranillo, Mazuelo e Graciano        Rioja
0012     Viña Albina Reserva               Tinto     Tempranillo, Mazuelo e Graciano        Rioja

            Por sua parte, os elegantes e finos Viña Albinos (Reserva, Reserva Especial, Gran reserva, branco fermentado em barrica e branco semi doce) são outros clássicos da Rioja Alta. No crianza, rosado e branco da gama Puerta Vieja junto com os tintos, brancos e rosados Canchales, completam a oferta desta centenária Bodega, que destina uns 25% de sua produção a exportação. Viña Albina é uma marca líder em paises como Suissa e Alemanha, enquanto que Monte Real no México e na Inglaterra.

Código  descrição                       tipo       uvas                                          região
 0015   Monte Real Reserva             Tinto     Tempranillo, Mazuelo e Graciano         Rioja
 0001   Canchales                           Tinto     Tempranillo, Mazuelo e Graciano         Rioja
  0002    Canchales                           Branco   Viura                                              Rioja

            Sala das barricas

Fonte: Bodegas Riojanas S.A.

Aguardem, iremos continuar a informar aos nossos leitores sobre as Bodegas na Espanha.
 

Enviado por Water Jorge
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003