Preparação do Peregrino a pé

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
8 - DONDE SAIR
Walter Jorge
O Caminho de Santiago de Compostela começa oficialmente na França em quatro lugares: Le Puy, Arnes, Vézelay e Paris. Há, porém rotas por toda Europa que terminam em um desses lugares, sem falarmos nas rotas que saem de Portugal e outras do sul da Espanha.

Na realidade o local de saída do peregrino é função de algumas variáveis, sendo as principais: tempo, condições físicas e dinheiro. Para aquele que só dispõe das férias (30 dias) e não conseguiu com o seu patrão mais alguns dias, é necessário que efetue seu planejamento quase que na ponta do lápis, pois são necessários 2 dias para seu deslocamento do Brasil até o ponto de partida e outros 2 dias para a sua chegada a Santiago e seu deslocamento de volta ao Brasil, restando apenas 26 dias para sua peregrinação.

Não é impossível de realizar, a média diária seria em torno de 30 km/dia, no entanto teria de sobrepujar a referida média, no caso da necessidade de algum dia para descanso, ou para efetuar visitações mais demoradas em algum trecho do Caminho, lembramos que o Caminho é repleto de belas paisagens, de igrejas, pontes e monumentos históricos que vale a pena sua visitação.

O europeu, principalmente o espanhol, costuma efetuar sua peregrinação em etapas, a cada férias percorre um determinado trecho, ao cabo de 2 ou 3 anos, tem o seu percurso concluído com determinada tranqüilidade.

Alguns peregrinos iniciam o seu caminho de pontos intermediários (exemplo: Burgos, León ou outro ponto intermediário), no entanto no final sentem-se frustados de não ter executado o seu caminho completo. Ainda temos de considerar que, para alguns, fazer o Caminho completo significa seguir até Finisterra, o que poderia ser realizado em um ônibus ou carro, bem como passar alguns dias em Santiago de Compostela absorvendo toda a história que dela emana através dos seus edifícios, ruas e praças, o que vem a adicionar mais alguns dias ao seu tempo.

Informamos que atualmente o peregrino pode estender a sua peregrinação até Finisterra e Muxia, pois o referido trajeto encontra-se totalmente demarcado, existindo albergues nas suas quatro etapas.

Tradicionalmente, o Caminho de Santiago, o denominado Caminho Francês, inicia na fronteira franco-espanhola, em meio aos verdejantes Pirineus do país Basco. Um pequeno povoado francês, Saint Jean Pied-de-Port, é a porta de entrada mais utilizada pelos peregrinos. O outro ponto também situado a poucos quilômetros (27), também é utilizado pelos peregrinos, é o lugarejo chamado de Roncesvalles, situado na fronteira mais já do lado espanhol. No primeiro você era abençoado por Madame Debrill, já falecida - era a responsável pelo Centro de Estudos Compostelanos - já famosa no caminho e, em Roncesvalles, há às 20:00 horas, diariamente, uma famosa missa para os peregrinos.

Alguns peregrinos costumam partir de um outro ponto também situado nos Pirineus, é o Caminho Aragonês que parte de Samport o qual nada mais é do que um posto de aduana situado na fronteira. Você começa no topo dos Pirineus e anda um bom tempo margeando o rio Aragon. É uma rota com poucos lugares dotados de albergues e longas distâncias entre os povoados. Também é mais rústica, longa e solitária em relação ao trajeto anterior, no entanto a paisagem é lindíssima e bem diferente da brasileira. O rio é claro, raso e largo, com um fundo de pedras cinzas. As arvores são altas de tronco grossos e sem muitos galhos (tipo pinheiro). Esse trecho torna o Caminho cerca de 200 km mais longo que a outra rota. Os dois Caminhos unificam-se em Puente la Reina, onde os caminhos tornam-se um só até Santiago de Compostela.

Convém aqui lembrar, que o verdadeiro início da sua peregrinação é a porta de sua casa, naquele momento em que a transpõe para iniciar a sua peregrinação a Santiago de Compostela.


 
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003