Relatos Peregrinos

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
Júnia Linardi Távora
Peregrinos da Vida

No dia 1 de maio de 2002 (ironicamente no dia do trabalho), pisamos em terras sagradas (eu e o meu querido amor Marcos). A gente não entende a força do Caminho de Santiago até estar lá experimentando. Com certeza, existe um algo mais na vida que, infelizmente, esta nossa realidade aqui nos faz esquecer. Por isso, sofremos tanto esquecemos que estamos vivendo por algo muito maior e acabamos caindo na "rotina" do dia a dia e não enxergando que mesmo nesta suposta rotina, há mistérios inimagináveis. Você já teve um dia absolutamente igual ao outro?

Como somos pequenos e ao mesmo tempo tão grandes por fazermos parte dessa energia maior que comanda o universo. Esta energia está presente em tudo, em um olhar cúmplice de um desconhecido, em um sorriso de apoio, em uma palavra de uma amiga que se tornou "mãe peregrina", em um abraço de um "irmão peregrino", em um reencontro da família peregrina em uma praça qualquer brindado por um vinho muito especial, em uma "ceia de Natal" antecipada em Grañon, em uma chuva que coincidentemente caia junto das próprias lágrimas (se lembra meu Kikinho?).

Escrever para este site foi parte de uma grande mudança que começou no Caminho e que continua aqui. Tento viver a vida intensamente, cada segundo é precioso. Pois é, meu amigo, fale o que quiser falar para alguém, chore quando o coração pedir, cicatrize feridas abertas, enfrente medos mas, CUIDADO: tem que ser AGORA, porque senão tudo passa e, se a oportunidade passar, será mais difícil fazer com que tudo volte.

Fique em paz peregrino da vida!

BEIJOS E ULTREYA!!!!!
 

Enviado por Júnia Linardi Távora
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright © Todos os direitos reservados
 


;