Relatos Peregrinos

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
Claudium Marcellum
Vínhamos Auguto e eu, desde Portomarín. Não esperávamos vagas no albergue, pois no Cebreiro, Triacastela e Portomarín, dormimos nas barracas do exército e em Sarria (antes de Portomarín) dormimos no "comedor" do albergue.

Com isso em mente, já nos preparamos para dormir em um ginásio polidesportivo que fica na entrada de Palas de Rei (cerca de 800 metros do albergu). Chegando no ginásio, escolhemos um lugar na arquibancada para deixar nossas mochilas (onde iríamos dormir) e resolvemos ir para a cidade, chegar no albergue para pegar o "sello" na Credencial e voltar para o ginásio para tomar um banho e descansar até a noite quando voltaríamos para a cidade para comer.

Devo esclarecer que deixamos nossas mochilas, pois elas estavam muito pesadas e achamos sem necessidade levar e trazer de volta as mesmas, por isso deixamos lá e fomos.

Nosso bom humor era aparente, e desciamos em direção ao centro cantando Legião Urbana para todos ouvirem - "Tenho andado distraído...." e os peregrinos que cruzavam com a gente só nos diziam - o albergue está lotato. E respondíamos - Sim, sabemos, vamos pegar o "sello" e voltamos!!...assim fomos, meio como chapeuzinho vermelho saltitando pela floresta. Já nem sentia muitas dores nos joelhos, e caminhar sem mochila, parecia que flutuávamos um pouco!! hehe.

Quando chegamos no albergue, a hospitaleira, muito simpática, sellou nossas credenciais e quando agradecemos e nos despedíamos dela, ela voltou para a gente e pergunto - Onde vocês vão???? - ao passo que nós respondemos - para o ginásio, sabemos que o albergue está lotado e deixamos nossas mochilas lá.

Ela se virou e disse:
- De jeito nenhum. Vocês vieram de Saint Jean e Roncesvalles e eu tenho um quarto para vocês!!!
- O que?? Não acredito! Sério! Está brincando??? - nos surpreendemos.
- Vão buscar suas coisas que vocês tem camas no meu albergue!!

Lá fomos nós, os dois chapeuzinhos vermelho saltitando de alegria ao encontro de nossas mochilas!

Fomos e voltamos cantando Legião Urbana (que acabou virando um Hino nosso no Caminho, pois nos trazia muita sorte). Era muito engraçado ver nosso amigos espanhóis cantando Tempo Perdido sem nunca ter ouvido a música original!!

Quando voltamos e a hospitaleira nos levou ao quarto, quase choramos de emoção! 1 quarto com duas beliches e um banheiro próprio, grande, limpo e tinha até banheira!!!

Beijamos e abraçamos a hospitaleira, que ria da nossa felicidade!!

Foi um momento mágico e não trocaria aquale quarto por nenhuma suíte presidencial de qualquer hotel 5 estrelas de qualquer lugar do mundo, pois aquele quarto nos trouxe uma felicidade IMENSA, e ele foi a própria demonstração de amor e carinho que sempre encontrei no Caminho.
 
Enviado por Claudium Marcellum
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright © Todos os direitos reservados
 


;