Diário da Peregrinação

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
13º. dia - 21/09 - FRÓMISTA (quinta-feira)
Luiz Felipe
El Burgo Ranero

Hoje a jornada foi fácil. Pouco mais de 24 km. . Tomei um lauto café da manhã no hotel e saí às 08 h e 45 min.. Logo depois da saída da Castrojeriz tive que enfrentar a subida de uma grande meseta. Fiz aos poucos, por etapas, com o quê a escalada não foi difícil. Depois, foi enfrentar a descida, mais perigosa, em razão das pedras soltas. Daí em diante, uma grande planície, com leves elevações.

Depois de fazer uma parada em Itero de la Vega, para descansar, cheguei a Boanilla Del Camino, onde almocei, às 13 h e 15 min. No restaurante, encontrei com um casal de brasileiros (paulistas, para variar) que faz o Caminho de bicicleta. Cruzei com não mais de 5 peregrinos em todo o dia, o que fez a jornada bastante solitária. Aliás, parece que essa vai ser a tônica daqui em diante, uma vez que todos os conhecidos do Caminho, ou ficaram para trás ou se adiantaram (alguns de táxi ou ônibus).

Cheguei em Frósmita às 15 h e 15 min . Não achei nada especial na cidade, que se destaca apenas por suas duas igrejas : San Martin (séc. XI) e San Pedro (séc. XV/XVI). No mais, parece, como quase todas, uma cidade fastasma.

À noite, jantei na "Mesón Los Palmeros", um surpreendentemente luxuoso restaurante, onde eu era o único cliente. Uma demasiadamente atenta garçonete não me deixou comer tranqüilo.

Estou levemente resfriado (a combinação de vento frio e suor faz isso quase inevitável).

Amanhã a jornada será ainda mais fácil. Pouco mais de 19 km até Carrion de los Condes. O dia hoje esteve muito bom: bastante sol, embora frio pela manhã.
 

Enviado por Luiz Felipe
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003