Artigos Peregrinos

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
Acreditar Sempre
Bia Brujita
Era uma vez um anjo.... um desses comuns, bonito, calmo, de uma cor suave, que transmitia paz a todos os outros anjos do céu....

Estas anjo duvidava da existência dos homens.... ele via aquelas formas esquisitas, sem asas, que se movia, alimentava-se, descansava, ria, chorava, e mesmo assim, apesar da insistência dos outros anjos, ele não acreditava....

O anjo sabia que homens eram espírito e matéria, que teria como missão, cuidar de algum deles. Porém questionava sempre: -seria aquela forma rude que via, mesmo um ser humano???

Era uma vez um homem.... um desses comuns, agitado, preocupado em acumular bens, stressado, cansado, desiludido, desesperançado.... assim como qualquer outro....

Ele ria quando alguém lhe falava da existência dos anjos.....

Um dia, o homem foi fazer uma caminhada em um parque muito distante, distrai-se, entrou mata á dentro, e de repente, caiu num enorme buraco, batendo com a cabeça numa pedra, perdendo os sentidos, depois de ter machucado seriamente o joelho....

E ele ficou ali, até que pelas ação da brisa, voltou á si.... não podia se mover...olhou para cima a fim de pedir socorro, e num raio de sol, divisou a imagem de um anjo, com enormes asas brancas....

O anjo por sua vez, parecia mais assustado que o homem...

- você é um anjo????

- Você é um homem???

E deram-se as mãos..... cada qual mais admirado que o outro, e mais encantado.....

E o homem desmaiou, pois perdera muito sangue... acordou horas depois numa casinha simples, onde foi ajudado....

E neste dia, o homem incrédulo se fez amigo do anjo incrédulo.... e começaram um a ensinar do seu mundo para o outro.....

O anjo levou o homem a conhecer e respeitar os seres da natureza, e a amar as florestas, os mares, os bosques o céu, as montanhas, as plantas e todas as espécies de animais....

O homem aprendeu a amar as estrelas, o sol, a lua, os cristais, as flores, a sentir o perfume delas, a ouvir a voz de toda a natureza.....

E ele percebeu que fazia parte de tudo aquilo... O anjo o ensinou que a matéria prima usada para fazer tudo aquilo, inclusive o homem, foi a mesma... O amor de Deus.....}

E o homem, levou o anjo para conhecer o seu mundo, casas, cinemas, shoppings, clubes, oficinas, fábricas, escritórios, teatros,.....

E o anjo, percebeu que tinha muito o que fazer.....

Tinha muito em que ajudar....

E os dois passavam todo o tempo que podiam ouvindo o barulho do vento, das ondas, o canto dos pássaros, o cheiro do mato, da chuva, da terra.

... As flores crescendo, o sol se ocultando num lado da terra e brilhando no outro....

E homem e anjo, passaram a colaborar um com o outro....o homem procurava conscientizar outros homens, passou a mostrar-lhes o que realmente tinha valor no universo.....E o anjo...pobre anjo....quanto trabalho passou a ter daquele dia em diante.....era consolar, enxugar lágrimas, renovar esperanças, alegrar e pacificar corações, acalmar, aliviar... e incansavelmente,trabalhavam juntos..lado a lado......

E assim, homem e anjo, sempre permaneciam juntos, e os sensitivos que o viam detinham perplexos a a observa-los......Caminhavam juntos tão serenamente....tão terna e docemente.... que ninguém sabia se era o anjo que guiava o homem ou se era o homem que guiava o anjo.....
 
Enviado por Bia Brujita
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003