Albergue de Peregrinos
Notícias, novidades, artigos, relatos, diretamente da Espanha

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
A Santiago por Castilla - A tarefa Jacobea
Acácio da Paz
O aumento de peregrinos neste 2004 é de grande percentual e de uma boa maioria que pulam Castilla, precisamente que mais vivamente impressionam e faz-se de cada um, uma ponte entre o céu e a terra. Isto nos leva a uma dupla reflexáo; por uma parte do caminho
( tudo e todos que se movem em este âmbito ),se adapta a seu permanente crescimento, e por outra; os peregrinos as vezes se movem em uma dinámica táo cotidiana de uma maneira estranha à peregrinaçáo.

O tema de Castilla ...
Peregrinos do Brasil - sem dúvida sabemos desde já que as mesetas é uma grande etapa de todo este caminho. Muitos peregrinos de toda a parte do planeta procuram náo caminhar por estes campos áridos, frio, quente, solitário; “já que em solidáo é como se caminha melhor” . Procuramos juntos atuar de maneira de evitar o famoso “ Vôo “ do peregrino sobre Castilla. Mas se o peregrino “Voa”, devemos de ir mais além em a interpretaçáo deste fenómeno. É dizer: “ castilla és mui dura, hace calor, no hay comodidades, el paisaje es monótono” ...entre outras expressóes, náo parece responder a raiz do problema, pois parecidas circunstâncias davam-se na geografia castellana há dez anos atrás. Mais também creemos que tem a ver com essa dinâmica estranha que faz mover-se a certos peregrinos. É dizer: O peregrino marcha ao Caminho; por tanto, em sua mochila mental sua própria dinâmica cotidiana; tenho pressa, náo tenho tempo, o calor me faz suar, estou de férias, isto já conheço, etc... faz-se um grande peregrino turista e egoísta.
Amigos Peregrinos, este ano escolho em estar no meio deste deserto precisamente há 3 Km antes da metade do caminho de santiago onde aqui em calzadilla de la cueza encontra-se um albergue de nome CAMINO REAL. De braços abertos abro suas portas com nossa bandeira de ORDEM E PROGRESSO estentida no alto, mostrando que aqui é casa de peregrinos brasileiros, recebendo todos que por aqui passar. Espero poder vê-los para ajudar no que for preciso, ou pelo menos colocar um selo em cada credencial e poder oferecer um gole de agua fresca após estes 17 km solitário, seco, e árido.
Venham em Paz e espero estar com todos que escolheram estar aquí.

Com carinho brasileiro
Acacio da Paz e Orietta Prendin ( peregrinos voluntarios do caminho )

Enviado por Acácio da Paz
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003