Albergue de Peregrinos
Notícias, novidades, artigos, relatos, diretamente da Espanha

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
Roncesvalles - Onde Tudo Começa
Anônimo

Sou Roncesvalles onde tudo começa
Procurando por algo que valha e que nada me impeça
Sou só entusiasmo e vaidosa coragem
Buscando algo na interna viagem
Sou carreteira que assa e a água da fonte tão fria
Sou mochila que passa 30 e pico por dia
Sou calango assustado que assusta
Sou a bolha no pé que deixa a bota tão justa
Sou peregrino chato que fala mais que vitrola
Sou batata encharcada da tia gorda espanhola
Sou aquele que sofre para pagar todos os erros
Na versão moderna " Santiago-mata-perros"
Sou a concha que orienta e a seta que guia
Sou 108 Pai Nossos e tantas Aves Maria
Sou solidão e as vezes guerreiro
Sou Foncebadon e também sou Cebreiro
Sou a igreja velha embaixo da cegonha
Sou orgulho novo encima da vergonha
Sou saúde total, quem quiser que acredite.
Sou cansaço fatal e pé com tendinite
Sou filé de terneira, sou bocadilho gigante.
Sou saudades da comida caseira, arroz e feijão tão distante.
Sou o frio da manhã que bate como açoite
Sou o sol que esquenta dez e meia da noite
Sou jantar tão sortida, a torre de babel.
Sou o ralo entupido, o banheiro sem papel.
Sou Alemão, Francês, Holandês, Espanhol.
Sou Zé Mauro, Eddi, Manolo e Karol
Sou brasileiro estranho que reza pelo caminho
Mancando, cantando, falando alto sozinho.
Sou pedra tão fina que serve como telha
Sou flores do campo, sou papoula vermelha.
Sou a ovelha que berra na curva do rio
Sou o cuco constante que ninguém viu
Sou o cachorro preso que finge que é bravo
Sou o dono do bar que reclama um centavo
Sou velho, sou moço, eu sou um menino.
Sou igual a você, sou um peregrino.
Sou tudo isso e mais aquilo que trago
Sou mais um peregrino rumo a Santiago.

(Anônimo)

Enviado por Acácio da Paz
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003