Albergue de Peregrinos
Notícias, novidades, artigos, relatos, diretamente da Espanha

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
O Anjo Elias
Acácio da Paz

Elias Valiña Sampedro nasceu em Lier, município de Sarria ( Lugo ) 02.02.1929 até 1989. Aos 12 anos ingressou no seminário de Lugo,onde permanceceu até acabar os estudos Eclesiáticos em 1953.

Para completar e ampliar sua formaçáo se matriculou em 1957 na Faculdade de Direito Can^nico da Universidade Pontífica de Comillas.Forma-se com êxito na Faculdadde em 1959.Neste mesmo ano se apresenta nos exames de traduçáo e lingua francesa no Instituto Católico de Paris e obtém os dois diplomas.

Finalizando esta etapa de formaçáo em sua vida, é nomeado padre do Cebreiro imediatamente, em 22 de Setembo de 1959.A partir daí o ¨cura do Cebreiro¨, dedicara todoa a sua vida a esta comarca, apenas saindo em raras ocasióes. O ano de 1960 passou quase todo em Buenos Aires, ¨por razóes de apostolato e outros afins¨. As outras ausências estiveram motivadas por razóes de estudo e investigaçáo, a maioria delas relacionadas com o Caminho de Santiago. Nos anos de 1961 e 1962 realizou cursos de doctorado na Universidade Pontífica de Salamanca, elaborando uma tese sobre ¨El Caminho de Santiago¨. Estudou histórico-jurídico,defendendo-a em 5 de Maio de 1965.

Elias Valiña foi de lugar em lugar, de Igreja em Igreja, nas Universidades européias, nos foros internacionais…promovendo sua pátria e o Cebreiro, assim como a importância do Caminho de Santiago para a uniáo européia.

Em 1984 começa a sinalizar o Caminho de Santiago, com setas amarelas, desde a França até Compostela. No trajeto na Galícia realizou vários trabalhos de limpeza, recuperaçáo de trilhas perdidas, enumeraçao dos quilomentros, etc… Hoje sua sinalizaçáo ainda é seguida de tida como segura. Por tudo isto podemos afirmar que D. Elias foi o mais importante conservador e promotor do Caminho de Santiago como rota de peregrinaçáo e turismo. Foi nomeado por unanimidade comisário do Caminho de Santiago durante o 1º Encontro Jacobeo celebrado em Compostela no ano de 1985. Inicia entáo a publicaçáo do Boletim do Caminho de Santiago, com a finalidade de promover a criaçáo de associaçóes dos Amigos do Caminho de Santiago, que velariam por sua conservaçáo ao longo da rota.

Entretanto seu interesse pelo Caminho de Santiago náo fez com que descuidasse, de seu trabalho na comarca do Cebreiro, ao contrário, foi um dos que mais lutou para favorecer o desenvolvimento econômico e cultural desta zona de montanha lucense. Iniciou obras de restauraçáo na igreja do Cebreiro, na hospederia e no povoado, que corria risco de extinçáo. A Direçáo Geral de Arquitetura se encarregou de elaborar um projeto de restauraçáo em 7 de Abril de 1962. Em 30 de Agosto de 1964 o santuário já está restaurado e ocorre a consagraçáo da Igreja.As obras continuam no povoado, os habitantes recebem casas novas e as pallozas sáo reabilitadas e passam a depender da Direçáo General de Belas Artes. Em 1971 se inaugura um Museo Etnográfico com sede nas pallozas.

D. Elias Valiña Sampedro, o ¨cura do Cebreiro¨, como gostava de ser chamado foi um personagem de extraordinária importancia para a história do Cebreiro, como também para o Caminho de Santiago em geral.

Em 1982 foi feito pela Secretaria de Turismo o Guia do Peregrino do Caminho de Santiago. A partir daí o ¨Cura do Cebreiro¨seguiu trabalhando nos temas de guias para oferecer aos peregrinos uma ferramenta das mais úteis possível em seu caminhar.A ediçáo desde guia feito por Everest em 1985 é sua obra mais difundida. Este trabalho foi reeditado com melhoramentos ao longo dos anos de sua vida. Depois foi editado pela Galáxia y la Xunta de Galícia em 1992, em homenagem ao ano Xacobeo 93, em vários idiomas.
Enviado por Acácio da Paz
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003