Albergue de Peregrinos
Notícias, novidades, artigos, relatos, diretamente da Espanha

Convide a um amigo a visitar este site
 
 

Os Albergues da Galícia deixarão de ser gratuitos

Acácio da Paz

De El Correo Gallego 29.08.2006

Os albergues custarão três euros e provavelmente se erradicará o `overbooking' em Galícia.
Os pernoites aumentarão de Janeiro a julho em uns 13,2%, sobre todo no Caminho Francês •• A cobrança permitirá melhorar o serviço que se presta e a incrementar pessoal nos sete albergues de maior capacidade.
Dezenas de peregrinos fazendo fila para conseguir uma cama nos albergues de Galícia.

Os albergues deixarão de ser gratuitos, e passarão a custar uma tarifa fixa de três euros por peregrino e noite.
A nova medida somente entrará em vigor quando modifiquem a normativa autonômica que regula a rede de albergues pública de Galícia, com este valor pretendem melhorar a qualidade dos serviços que se presta aos caminhantes.

Entre outras coisas, se garante, a partir da entrada em vigor das novas normas, que não mais se aplicará o overbooking aos albergues de peregrinos. A ocupação chegou a alguns casos aos  140%, um fato que provoca problemas de limpeza das
instalações e de convivência, propiciando uma má imagem do próprio Caminho".
Em lugar de sobrecarregar os albergues, na temporada alta se tratará de buscar alojamentos alternativos para os peregrinos, em este caso serão gratuitos, como poli-deportivos através de acordos com os municípios, ou incluso tendas de camping.

A cobrança de uma tarifa nos albergues permitirá também reforçar o pessoal que presta serviço aos peregrinos, sobretudo nos albergues de alta capacidade.

O número de pernoites registradas nos albergues dos distintos caminhos entre os meses de janeiro a julho, reflexo um incremento sobre as cifras do passado ao de uns 13,2%. Em total teve 181.715 pessoas que ocuparam os lugares dos albergues, frente aos 160.429 que haviam feito no ano de 2005. A imensa maioria segue utilizando o Caminho Francês, uns 82% do total, se bem tem que ter em conta que é esta rota a que está mais bem equipada no que se referem os albergues.

Os Dados

Mais alemães, franceses e italianos.
Entre os peregrinos que procedem de outros países, se incrementou a presença de visitantes italianos, franceses e alemães. São também os grupos que mais cresce nas estatísticas que realiza a empresa municipal de Turismo de Santiago.
 
Enviado por Acácio da Paz
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003