Albergue de Peregrinos
Notícias, novidades, artigos, relatos, diretamente da Espanha

Convide a um amigo a visitar este site
 
 
2004 - Ano Jubilar Compostelano
Acácio da Paz

Apóstolo Santiago
1- Vocaçáo 2- A missáo 3- Pregaçáo 4- Martírio 5 - Traslado a Santiago de Compostela

Em Santiago de Compostela, encontra-se o Túmulo de Santiago o Mayor. Ele era um dos 12 Apóstolos de Jesús Cristo. Pelos Evangelhos sabemos estes dados.
A sua familia:
Era filho de Zebedeu e de Salomé. Segundo a tradiçáo parece que nasceu num lugar perto de Nazaret chamado Yalta. Ele era pescador como o seu pai e o seu irmáo Joáo, no lago de Tiberiades.

Uma chamada e uma resposta

Naqueles dias apareceu Jesús, o Nazaré. Prega o “Reino de Deus” e apresenta-se como o esperado Messias e chama alguns para irem com Ele. Assim o propôs aos irmáos Santiago e Joao. Eles deixando o pai no barco com os jornaleiros foram com ele.
Acompanharam Jesús durante os três anos da sua vida pública; alguns fatos mostram que Santiago era do grupo dos três mais íntimos.

Como era o seu carácter

S. Lucas conta que indo para Jerusalém ao passar por uma aldeia de Samaría, náo omquiseram acolher e Santiago com o seu irmáo queriam que viesse fogo do céu e os consumisse.
Noutra acasiáo pediram a Jesús para ser os primeiros, por cima de Pedro. Isto parace mostrar neles um temperamento e m carácter forte e decidido. Por isso Jesús pôs-lhes o nome de Boanergers, que significa filhos do trováo.

Ide por todo mundo; e eles foram

Jesús tinha-lhes dito; “Sereis minhas testemunhas, em Jerusalém, em toda a Judéia, em Samaria e até ao fim da terra”. Tinha,pois, que anunciar ao mundo o Evangelho. Onde lhe tocaria ir a Santiago?Ao mais difícil; a FINISTERRE...
Desde a morte de Jesús até à data do martirio de Santiago, decapitado por Herodes Agripa lá pelo ano 44 em Jerusalém passaram uns 10 ou 12 anos, tempo durante o qual pregou em Espanha. Tradiçóes escritas dos primeiros séculos, e narraçóes orais de muitos lugares de Galicia e Espanha falam das suas pregaçóes.

Encontro com as raízes da fé

Por isso o encontro com o Túmulo de Santiago ( que está baixo do altar maior numa urna de prata) e com a sua memoria é aproximar-se a quem foi testemunha dos feitos salvadores do Senhor. É aproximar-se às mesmas raízes da fé.

O Ano Jubilar Compostelano

No dia 31, XII o Arcebispo de Santiago de Compostela, num acto litúrgico, procede à abertura da Porta Santa da Catedral. Com este acto religioso fica inaugurado o Ano Compostelano 2004.

Ano Santo: um ano de graça

Ano Santo ou Jubilar é um período no qual a Igreja concede singulares graças espirituais aos fiéis à imitaçáo do que a Bíblia diz do Ano Jubilar dos israelitas; cada 7 anos era Ano Sabático, nele recuperavam as terras quem as tinham vendido por necessidade e os escravos adquiriam a liberdade. Cada 50 anos era Ano Jubilar (Lv.25).
Jesús diz que Ele vem anunciar um ano de graça do Señor (Lc.4,16).

O Ano Santo é uma graça para todos e, singularmente é um convite aos que se encontram longe de uma atitude de fé, para voltar de novo à vida cristá. Os que necessitam médicos sáo os doentes (Mt.9,12), para voltar ao pastor das nossas almas se estamos descarreirados (1.Pd;2,35).

Graças jubilares do Ano Santo:

1- INDULGENCIA PLENARIA, que se pode alcançar uma vez ao dia
( aplicável aos defuntos ), com estas condiçóes:
A) Visitar a catedral recitando alguma oraçáo vgr.Pai Nosso e Credo, orando pelas intençóes do Romano Pontífice.
B) Receber os sacramentos da confissáo ( pode ser 15 dias antes ou depois) e a sagrada comunháo.
2 – Faculdades para confesores:
- confessar na catedral, nas parroquias da Cidade e no Monte do Gozo, todos os sacerdotes com licenças para confesar.
- Absolver de censuras excepto as reservadas à Santa Sé.
- Comutar e dispensar de votos nas condiçóes estabelecidas pela igreja.

- É ano Santo Compostelano guando 25 de Julho, festa do Martirio de Santiago, toca num domingo. Produz-se com esta periodicidade: 11, 6, 5, 6. Começou em 1122 com o Papa Calixto II. Confirmaram-o outros Papas e Alexandre III na Bula “Regis aeterni” de 1179 dá-lhe perpetuidade.

No século XXI celebraram-se 14 Anos Santos. O primeiro é em 2004.
 

Enviado por Acácio da Paz
 
Parte integrante do site Caminho de Santiago de Compostela - O Portal Peregrino
Copyright  1996-2003